Olá amigo (a) blogueiro a)

Olá amigo (a) blogueiro a)

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Projeto de Inclusão de Surdos em Ubarana SP


Sabemos que o Brasil, ainda existem muitos surdos adultos que não adquiriram a língua. Nem a língua portuguesa na modalidade oral ou escrita e nem a língua de sinais, na modalidade gesto-visual. 
Esses surdos comunicam-se por conjunto de gestos desenvolvidos no contexto familiar, mas por falta de aquisição de uma primeira língua, a interlocução com outros falantes fica muito restrita. Esta situação promove o isolamento destes indivíduos que, desta forma, apresentam precário desenvolvimento em suas habilidades sociais. 
A ausência ou  precariedade de uma língua comum que sirva como mediadora do conhecimento que circula pelos ambientes sociais termina por desencadear outras dificuldades relativas à comunicação entre surdos, professores e familiares. 
A Prefeitura Municipal de Ubarana criou e desenvolve programa de alfabetização desses adultos realizado na perspectiva do Letramento, ou seja, as práticas de leitura e de escrita serão abordadas dentro de contextos e demandas sociais, valorizando as experiências cotidianas. Essas constituem o ponto de partida dos temas abordados em sala de aula que enfatizam as habilidades e competências necessárias à autonomia dos alunos. 
Normalmente são os familiares que procuram a unidade escolar onde as aulas são oferecidas à comunidade e efetuam a matrícula dos alunos surdos com idades entre 19 e 38 anos. 
Ao chegarem à escola maioria desses surdos ainda não estabelecem comunicação formal com pessoas fora do seu grupo familiar. 
O trabalho desenvolvido visa ao desenvolvimento de competências na área da aquisição da língua de sinais e a língua portuguesa, na modalidade escrita, é apresentada ao aluno. Ler e escrever são processos sociais diferentes, utilizados para a comunicação entre as pessoas, no entanto, todos estão limitados à necessidade de serem compreensíveis no contexto da interação. 
As vivências e materiais utilizados priorizam atividades significativas onde os conhecimentos tenham valor prático para os alunos, priorizando o canal visual uma vez que é por esta via que a pessoa surda forma conceitos, desenvolve habilidades e adquire modos próprios de conhecer a realidade.



Pode-se dizer que o Projeto tem alcançado bastante êxito, pois têm trazido surdos que estavam totalmente reclusos em suas residências para a sala de aula e colaborado com a interação surdo/surdo e surdo/ouvinte e tem se apresentando como um excelente aliado para inserir esses surdo na sociedade.
No decorrer do projeto observa-se uma melhora de autoestima dos surdos envolvidos no projeto, pois tais alunos se sentem motivados para participar das aulas e consequentemente participarem de forma mais ativa na sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado (a) pela sua visita!!!!